Boas Praticas para corretores de seguros em 2021 - Uphold
boas práticas para corretores de seguros

Boas Praticas para corretores de seguros em 2021

As boas práticas para corretores de seguros são fundamentais para se destacar no mercado e faturar ainda mais em 2021. 

Para acompanhar o crescimento do setor e aumentar o número de vendas, o corretor de seguros precisa estar bem preparado e focado em desenvolver um trabalho de qualidade e que o diferencie dos demais.

O mesmo vale para as empresas de corretagem. Algumas atitudes habilitam os corretores para enfrentar qualquer desafio e solucionar os problemas de cada cliente. 

Agora, se você deseja saber quais são as boas práticas para corretor de seguros, continue lendo esse artigo que a Uphold Contabilidade preparou para você.

Como deduzir quais são as boas práticas para corretor de seguros?

No mercado profissional, as boas práticas consistem em atitudes e recomendações que norteiam todo o processo da atividade. 

Ainda que o mercado de seguros tenha sofrido queda por causa da pandemia, sua recuperação tem sido bastante rápida.

No mês de julho, a arrecadação do setor cresceu 14,3% e alcançou o patamar pré-pandemia, com R$26,6 bilhões, de acordo com a Confederação Nacional das Seguradoras (CNSeg).

Geralmente, elas visam o aumento da produtividade dos colaboradores e do lucro da empresa, mas ainda precisam considerar a satisfação dos clientes.

Na área de seguros, essas práticas devem guiar o corretor para que ele aumente suas vendas e fidelize cada vez mais o consumidor, possibilitando não só o seu crescimento, mas ainda da empresa ou do seu negócio.

Qual a importância de aplicar boas práticas para o corretor de seguros?

O relacionamento entre corretor de seguros e cliente é algo que merece atenção especial.

Afinal, o sucesso deste profissional e a sua lucratividade estão diretamente ligados às vendas e a satisfação do cliente.

Geralmente quem procura pelos serviços desses profissionais deseja encontrar um profissional que o ajude escolher uma opção que solucione o seu problema que se encaixe em seu perfil econômico.

Se ele é bem atendido, tem a possibilidade de voltar para fechar um novo seguro, além de indicar o profissional para os conhecidos. 

Ou seja, a credibilidade do corretor ou da empresa só aumenta.

As boas práticas são importantes, sobretudo, para a Gestão da Corretora de Seguros, já que elas também impactam diretamente no fluxo de trabalho, propiciando a produtividade dos colaboradores e da empresa.

Por isso, podemos dizer que as boas práticas para corretor de seguros são fundamentais para estabelecer uma boa relação com os clientes e aumentar a eficiência dos processos.

Saiba quais são as boas práticas para corretor de seguros em 2021

A empresa ou corretor de seguros que deseja ter ainda mais sucesso em 2021 pode adotar diversas atitudes no seu dia a dia, entre elas:

  • Prestar um bom atendimento;
  • Oferecer produtos de acordo com o público alvo;
  • Estudar o mercado de corretagem de seguros;
  • Fazer networking;
  • Utilize o marketing digital a favor do seu negócio;
  • Desenvolver um funil de venda.

1. Bom atendimento

Esse é o ponto principal das boas práticas para corretor de seguros

Um atendimento de qualidade é essencial não só para garantir que uma pessoa esteja aberta a ouvi-lo, mas também para adquirir um produto.

Sabemos que o seguro, seja ela da casa, de um carro ou de vida, é extremamente importante, mas nem sempre o consumidor entende esse motivo. 

Dessa maneira, o corretor que presta um bom atendimento tem a capacidade de esclarecer e influenciar essas pessoas. 

Além disso, essa prática é fundamental para ampliar sua rede de relacionamentos. Pessoas bem atendidas se tornam clientes fidelizados que, por sua vez, podem te indicar para mais pessoas. 

Ademais, a chance deles fecharem um novo contrato ou te procurar quando precisar de um novo produto, é bem maior do que aqueles que ainda não te conhecem.

Dessa forma, seja empático e atencioso, tenha tempo para conversar com seus clientes, saiba responder a todas as suas dúvidas e busque sempre solucionar seus problemas.

2. Produtos de acordo com o público alvo

O bom atendimento permite que o corretor conheça cada um dos seus clientes e, dessa forma, ofereça o produto que se encaixa em sua necessidade e seu perfil.

Não adianta o corretor oferecer um seguro de carro para uma pessoa que não possui um veículo. 

Além de perder tempo nesse atendimento, existem grandes chances dessa pessoa procurar um outro profissional para solucionar o seu problema.

Por isso, atente-se ao perfil de cada pessoa. Uma dica que pode ajudar nesse quesito, é fazer uma ficha completa do possível cliente logo no primeiro contato.

Anote telefones, emails, se tem filhos ou não, se tem casa própria ou veículo, se viaja com frequência para o exterior, enfim, tudo o que pode te ajudar a construir o perfil dele.

3. Estudar o mercado de corretagem de seguros

O corretor que deseja se destacar precisa conhecer a fundo o mercado de seguros, que é altamente competitivo e possui diversos ramos. 

Investir em capacitação e qualificação também faz parte das boas práticas para corretor de seguros

O mercado muda a todo instante, e o conhecimento permite que o corretor esteja preparado para enfrentar os desafios diários e a encontrar a melhor solução para quem precisa de seguros.

Participar de congressos e cursos da área também agrega conhecimento e é uma oportunidade a mais de aumentar e captar novos clientes.

4. Boas práticas para corretor de seguros – Faça Networking

Ter uma boa rede de contatos amplia as oportunidades de negócio dos profissionais de corretagem. Por isso, o corretor precisa estar aberto a fazer networking.

Essa palavra inglesa significa rede de trabalho e é muito usada quando um profissional conhece pessoas que possam se tornar seus clientes ou ser um elo em uma negociação.

Geralmente o networking é associado a eventos, mas o corretor também pode ampliar sua rede de contatos de outras formas. 

Em uma sociedade cada vez mais conectada, participar de fóruns de discussão nas redes sociais e fazer cursos online são algumas das formas de conhecer possíveis clientes.

5. Utilize o marketing digital a favor do seu negócio

Uma forma de prospectar mais clientes é usando as ferramentas de marketing digital, que consiste em um conjunto de ações onlines usadas para atingir mais pessoas. 

Assim, para captar mais clientes e agregar valor ao nome da empresa, o corretor de seguros pode usar diversas ferramentas, como:

  • Site;
  • Blog;
  • Email marketing;
  • Perfis em redes sociais;
  • Google Ads;
  • Entre outros.

Ainda que ter um blog ou um site demonstre mais profissionalismo, os corretores podem começar a se aproximar ainda mais de seus clientes usando um perfil profissional no Instagram ou no Facebook.

As redes sociais constituem um ótimo canal para corretores de seguros se comunicarem com seus públicos, além de serem gratuitas. 

No entanto, elas devem ser usadas com uma estratégia, seja ela de captação, engajamento com o cliente, vendas, entre outros. 

Ao desenvolver as ações corretas nas redes sociais e postar conteúdos de qualidade, o profissional consegue mostrar que tem autoridade e credibilidade no ramo de seguros. Assim, podem atingir mais pessoas.

Além disso, as redes sociais permitem que os corretores de seguros consigam desenvolver um bom posicionamento de mercado.

6. Desenvolva um funil de venda

Por fim, trabalhar com o funil de venda pode ser uma boa prática para os corretores que desejam ter sucesso em 2021. 

Ele é um recurso muito usado em marketing digital e serve para acompanhar o cliente durante sua jornada de compras.

Ademais, a ferramenta ainda facilita a experiência do comprador e permite analisar os problemas e encontrar solução.

Portanto, ao usar o funil de venda, o profissional consegue acompanhar cada etapa de seus negócios, desde a captação de novos clientes, momento de negociação e o fechamento da venda.´

Essa ferramenta consiste em três etapas:

  • Topo de funil: nessa fase a pessoa ainda não sabe que precisa do serviço e o papel do corretor é apresentar o assunto e mostrar porque ela deve ter um seguro de carro, da casa ou de vida, por exemplo;
  • Meio de funil: o cliente passa a considerar que talvez seja importante ter um seguro e, portanto, se envolve mais com o assunto;
  • Fundo de funil: é quando a pessoa chega na decisão de compra, ela sabe que precisa do serviço e quer contratá-lo.

Dessa forma, aliar o funil de venda ao marketing digital pode ajudar a desenvolver estratégias que não só aproxime o corretor de um provável cliente, mas ainda feche novas vendas.

Vale a pena aplicar as boas práticas para corretor de seguros em um negócio? 

Qualquer profissional que deseja crescer e se destacar em sua área precisa contar com atitudes e habilidades que o diferencie de seus concorrentes. O mesmo ocorre com o corretor de seguros.

Para aumentar o número de vendas e, consequentemente, o faturamento, esse profissional precisa cultivar um bom relacionamento com seus clientes, buscar sempre se aperfeiçoar e compreender melhor sua área de atuação.

Além disso, não só pode, como deve usar o marketing digital para mostrar seu trabalho e conquistar um novo mercado.

Você já pratica algumas dessas atitudes? Nós da Uphold Contabilidade queremos te ouvir.

Ultimas Postagens