Como abrir uma empresa de investimentos? Aprenda na prática!
empresa-de-investimento-como-abrir-uma-

Como abrir uma empresa de investimentos? Aprenda na prática!

Saber como abrir uma empresa de investimentos é uma das principais dúvidas de profissionais que desejam participar e lucrar com o mercado das ações.

Oferecer sua expertise para outros investidores, em troca de retornos atraentes, vem sendo uma alternativa para muitas pessoas que desejam a liberdade financeira, ser seu próprio patrão e, ainda, poder elaborar a própria rotina.

No entanto, é importante saber quais as etapas necessárias para colocar este projeto em prática de forma eficiente.

Assim, se você também possui esse interesse, veja como abrir uma empresa de investimentos e se tornar um corretor de ações profissional.

O que é uma empresa de investimentos?

Uma empresa de investimentos é um negócio especializado em aplicações de recursos, que auxilia interessados na compra e venda de títulos e ações.

Essa orientação, que funciona como uma espécie de tutoria, é realizada pelo agente de investimentos, o especialista que irá indicar quais são as melhores opções para o aporte financeiro.

As empresas podem ser as indicadoras das melhores oportunidades ou a gestora das atividades dos investidores, organizando e gerenciando suas ações. Inclusive, liquidando-as quando for vantajoso.

Principais funções regulamentadas pela CVM

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é a organização responsável por fiscalizar o mercado de valores e os investimentos que são realizados.

Consequentemente, ela também regula algumas funções relacionadas à área, como destacado em matéria do portal G1.

Isso significa que a CVM é, também, o órgão que vai homologar a atuação dos profissionais que são especialistas em aplicações financeiras.

Para quem deseja saber como abrir uma empresa de investimentos, um dos passos primordiais é conhecer quais são essas atuações regulamentadas pela CVM e suas principais características. São elas:

Agente autônomo de investimentos

O agente autônomo de investimentos é o profissional que dará conselhos e orientações sobre as melhores opções de ativos do mercado, tutoriando o cliente na compra de ações mais vantajosas.
Esse profissional faz parte da equipe das empresas de investimentos, trabalhando em nome dela. Sua remuneração é formada a partir da comissão sobre as vendas realizadas.

Consultor de investimentos

Enquanto isso, o consultor de investimentos também atua fornecendo orientações sobre as melhores opções para cada perfil de cliente.
Porém, diferente do agente autônomo, ele é pago pelo cliente e não tem nenhum vínculo com empresas de investimentos.

Gestor de valores mobiliários

Por fim, uma última função regulamentada pela CVM é a de gestor de valores mobiliários ou, como também é conhecido, gestor de recursos.

Esse é o profissional que opera nas bolsas de valores em nome do cliente, realizando transações com a autorização expressa do seu contratante.

Assim, são especialistas que usarão de seus conhecimentos para realizar as melhores e mais vantajosas transações.

Como abrir uma empresa de investimentos?

Se a sua intenção é regulamentar a sua atuação como consultor, agente autônomo ou gestor de valores, o primeiro passo é saber como abrir uma empresa de investimentos.

Isso envolve a inscrição de um CNPJ, submissão de um contrato social e, também, associação aos órgãos equivalentes do mercado de ações.

Além disso, existem alguns passos que são especialmente relacionados com a abertura de uma empresa do segmento de valores.

São detalhes que envolvem as regulamentações e, também, a escolha ideal do produto a ser trabalhado. Entenda, exatamente, como abrir uma empresa de investimentos:

Tenha autorização da CVM para atuar como uma empresa de investimentos

A CVM estipula que, para atuar como um consultor legalizado, é necessário estar credenciado ao órgão. Por isso, o primeiro passo é obter a autorização de funcionamento da empresa.

Essa liberação é obtida mediante o cumprimento de algumas exigências, que incluem:

  • Morar no Brasil;
  • Possuir curso superior ou equivalente;
  • Ter sido aprovado em exames que são propostos, especificamente, pela CVM;
  • Ter uma reputação acima de qualquer escândalo ou dúvida;
  • Não ter nenhuma condenação criminal;
  • Não estar inabilitado.

Invista em cursos da Febraban

Ainda, para obter a certificação CVM, é necessária a aprovação em exames específicos.

Esses exames são realizados após a finalização de cursos propostos pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Os cursos abrangem conhecimentos a respeito do mundo das aplicações financeiras, ensinando, com mais ênfase, como é a atuação diante do mercado de capitais.

Os cursos mais concorridos e que promovem a certificação necessária para conseguir a autorização que envolve como abrir uma empresa de investimentos são:

CPA-10

O CPA-10 é um curso realizado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima), que oferece a certificação para profissionais que irão distribuir produtos de investimentos em agências bancárias.

Isso lhes garante a tutela para poder operar nas empresas especializadas, encontrando e indicando os produtos ideais para os clientes.

CPA-20

O CPA-20 é uma outra categoria do curso que certifica e autoriza a comercialização de títulos de investimento.

Mas, além de ser voltado para a distribuição nas instituições financeiras, como o seu antecessor, também é focado nos segmentos de varejo alta renda, corporate e private.

CNPI

O Certificado Nacional do Profissional de Investimento é uma qualificação ainda mais complexa, pois só pode ser obtida após a aprovação em dois outros exames:

  • CB (Conteúdo Brasileiro) e CG1 (Conteúdo Global 1), ou;
  • CB (Conteúdo Brasileiro) e CT1 (Conteúdo Técnico 1).

Ao obter o CNPI, o profissional poderá dar as orientações mais adequadas aos seus clientes, de maneira regulamentada e salvaguardada.

Escolha um produto de destaque para a carteira

Em seguida, escolher o ativo ideal também faz parte do plano de como abrir uma empresa de investimentos que dê resultados positivos.

Afinal, é interessante que você tenha um portfólio de sucesso para conquistar mais clientes.

Então, verifique quais são os produtos que mais podem trazer rendimentos e mostre como a sua expertise poderá ser válida.

Desenvolva um plano de negócios

Além disso, o plano de negócios é o documento base que irá nortear todas as ações diante dos concorrentes, incluindo as estratégias para se destacar e conquistar o público.

Essa estruturação é desenvolvida entre os gestores, elencando quais são os objetivos da empresa e o que pode ser feito para alcançá-los.

Para criá-lo de forma eficaz, é importante analisar e pensar em passos nos âmbitos de:

  • Marketing;
  • Finanças;
  • Operacional;
  • Atendimento.

Tenha uma contabilidade

Ainda, ter o apoio de uma contabilidade especializada pode ser um diferencial quando se busca aprender como abrir uma empresa de investimentos.

Afinal, os profissionais contadores são especialistas na tributação sobre os ganhos do negócio e poderão ajudar a tomar decisões estratégicas em termos fiscais.

Isso poderá reduzir os custos com a operação e tornar os seus ganhos ainda mais significativos.

Além disso, isso também vai garantir que todo o trabalho estará seguindo as normatizações legais e a empresa não recairá em problemas com a Receita Federal.

Quanto custa abrir uma empresa de investimentos?

Uma das maiores dúvidas sobre como abrir uma empresa de investimentos é o valor para fazer o aporte inicial e torná-la passível de receber clientes.

Muitas pessoas acham que esse valor deve ser muito alto, para justificar o segmento de atuação.

No entanto, é possível abrir uma empresa de investimentos com aportes significativamente baixos.

Inicialmente, o que deverá ser pago são os documentos para efetivar a abertura, que variam em cada estado e podem chegar a R$1500.

Além disso, também é necessário considerar os custos com a infraestrutura predial, para a montagem do escritório.

E, por fim, caso você queira vincular a sua empresa de investimentos à alguma corretora de valores, poderá ser necessário realizar um pagamento em garantia, que varia conforme o local escolhido.

Afinal, por que abrir uma empresa de investimentos?

Se você possui expertise no mercado financeiro, vale a pena investir nesse setor, aprender como abrir uma empresa de investimentos e se tornar um consultor, gestor de recursos ou agente autônomo.

Afinal, os retornos podem ser bastante positivos e você terá a oportunidade de trabalhar com um segmento que vem crescendo exponencialmente.

O mercado de capitais está se tornando cada vez mais popular, mas nem todas as pessoas possuem conhecimento suficiente para realizar aportes sozinhos.

Por isso, esses profissionais especialistas estarão cada vez mais em foco. Assim, ter uma empresa nesse âmbito, portanto, é uma oportunidade atrativa.

Ultimas Postagens